GP da Rússia de F1: Hamilton garante a pole e novo recorde em Sochi – F1 – F1Mania

Lewis Hamilton garantiu a pole position e, de quebra, o novo recorde em Sochi e vai largar pela 96ª vez na posição de honra da Fórmula 1. O britânico deu um passo importante para este domingo, onde terá a chance de igualar o recorde de 91 vitórias na Fórmula 1 de Michael Schumacher durante o Grande Prêmio da Rússia.

Valtteri Bottas era o segundo colocado até os instantes finais do Q3, mas foi superado por Max Verstappen e teve que se contentar com a terceira posição no grid. O companheiro de equipe de Hamilton na Mercedes liderou as duas sessões de treinos da sexta-feira, mas não conseguiu o mesmo desempenho durante o sábado.

Foi uma sessão dramática, principalmente para Hamilton. No Q2, faltando pouco mais de três minutos para o fim da sessão, Sebastian Vettel rodou e bateu nas proteções, trazendo a bandeira vermelha. Hamilton teve seu tempo excluído por ultrapassar os limites da pista e seria eliminado se o treino terminasse naquele momento. Para completar, a chuva se aproximava rapidamente do Autódromo de Sochi e podia dificultar as coisas para o britânico.

No fim, Hamilton voltou à pista com os macios, enquanto seus rivais diretos Bottas e Verstappen haviam feito suas melhores voltas no Q2 com os compostos médios e, portanto, teriam uma estratégia considerada melhor para a corrida. Hamilton larga amanhã com os macios. Bottas e Verstappen, em estratégias diferentes, largam com os pneus médios.

Sergio Perez, da Racing Point, superou Daniel Ricciardo – que dominou o pelotão intermediário durante todo o fim de semana – e completa a segunda fila ao lado de Bottas, na quarta posição.

A Renault vai começar o GP da Rússia com seus dois carros entre os dez melhores. Ricciardo larga em quinto e Esteban Ocon em sétimo. Carlos Sainz, da McLaren, intercala os companheiros de equipe na P6.

Lando Norris, quarto colocado no campeonato de pilotos, vai largar em oitavo. Pierre Gasly, da AlphaTauri, e Alexander Albon, da Red Bull, completaram os dez primeiros do grid.

Com os boxes abertos para o Q1, George Russel, da Williams, foi o primeiro na pista de Sochi.  O britânico optou pelos pneus médios, antes do restante do grid de juntar com os pneus macios.

Norris marcou o tempo de 1:32.656s para ser o líder da sessão com 11 minutos para o fim do Q1, antes dos primeiros colocados no campeonato de pilotos completarem suas voltas rápidas.

Raikkonen era o segundo colocado, seguido por Vettel, Albon e Perez completando os cinco primeiros. Na primeira tentativa, Leclerc, companheiro de equipe de Vettel na Ferrari, era o nono colocado.

Hamilton ultrapassou os limites da pista na curva 3 e não conseguiu uma primeira volta rápida. Na segunda volta rápida do britânico, ele marcou 1:35.130s – suficiente apenas para a 15ª posição, antes de marcar 1:32.983s e ficar 0,327s atrás de Bottas na P2.

Leclerc melhorou e assumiu a P6, enquanto Vettel caia pela tabela de tempos e era o 14º. O alemão ficou dois segundos atrás do Bottas e seis décimos atrás de seu companheiro de equipe monegasco.

Max Verstappen marcou o quinto tempo, fechando as primeiras tentativas no Q1. Os eliminados eram: Magnussen, Ocon, Raikkonen, Giovinazzi, Grosjean e Latifi.

Faltando três minutos para o fim da sessão, todos os pilotos retornaram à pista liderados por Latifi.

Ocon marcou o terceiro tempo, à frente de seu companheiro de equipe na Renault Daniel Ricciardo. O “dono da casa” Daniil Kvyat subiu para a P3, à frente de Ocon, depois de marcar 1:33.511s.

Verstappen também melhorou sua marca e manteve a P5. Russell também melhorou sua marca e escapou da zona de eliminação, empurrando novamente Grosjean – que tinha escapado dos eliminados – para os cinco que não participam do Q2.

1) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’32.656
2) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’32.983
3) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 1’33.511
4) Esteban Ocon (Renault) 1’33.557
5) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’33.630
6) Daniel Ricciardo (Renault) 1’33.650
7) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’33.704
8) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’33.734
9) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’33.804
10) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 1’33.852
11) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 1’33.919
12) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’33.967
13) George Russell (Williams/Mercedes) 1’34.020
14) Charles Leclerc (Ferrari) 1’34.071
15) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’34.134
16) Romain Grosjean (Haas/Ferrari) 1’34.592
17) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’34.594
18) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’34.681
19) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’35.066
20) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 1’35.267

Q2 – 15 minutos de pista, os 10 primeiros se classificam para a disputa da pole

Vettel encabeçava o pelotão quando o sinal verde foi dado para o Q2. Rapidamente, a maioria dos pilotos foram à pista. Ricciardo, Gasly e Albon permaneceram mais alguns instantes nos boxes.

Tentando uma estratégia alternativa – já que os pneus utilizados no Q2 devem ser os mesmos que os pilotos largam – Hamilton, Bottas e Verstappen optaram pelos compostos médios, enquanto o restante do grid rodada com os macios.

Bottas marcou o primeiro tempo, mas Hamilton cravou 1:32.085s para assumir a liderança, seguido por Sainz – apesar do espanhol ficar 0,672s atrás da volta rápido do britânico. Depois das primeiras voltas rápidas, Perez era o terceiro à frente de Bottas.

Hamilton teve sua volta deletada por exceder os limites da pista na última curva, entregando a liderança do Q2 para Sainz.

Ricciardo marcou 1:32.218s para liderar a sessão, superando Sainz em 0,539s. Depois da primeira tentativa no Q2, os eliminados eram: Albon, Stroll, Vettel, Hamilton e Russell.

Faltando cinco minutos para o fim do Q2, os pilotos retornaram à pista para suas últimas tentativas.

Bottas e Hamilton insistiram nos pneus médios. O finlandês melhorou seu tempo e subiu para a P2 – 0,187s atrás de Ricciardo.

Hamilton vinha completando sua volta rápida, antes de Vettel bater forte. O alemão perdeu a traseira do seu SF1000, rodou e estampou as barreiras de proteção lateralmente. A sessão foi interrompida com a bandeira vermelha.

Vettel chegou a ficar tonto dentro do carro, mas relatou para a equipe que estava “tudo bem” instantes depois.

Leclerc vinha rápido atrás de seu companheiro de equipe e por pouco não bateu no carro parado no meio da pista. Pelo rádio, o monegasco demonstrou sua preocupação. “Meu Deus, essa foi por pouco”, disse o monegasco.

Quando o sinal verde foi dado, os pilotos rapidamente foram para a pista, todos com pneus macios. Verstappen agressivamente partiu para cima de Albon e passou seu companheiro de equipe na primeira curva, para andar de cara para o vento.

Verstappen foi o primeiro a abrir volta rápida. Hamilton abriu a volta faltando menos de um segundo para terminar o tempo. Foi realmente no limite para o britânico.

Verstappen vinha para melhorar sua volta com os pneus macios, mas tirou o pé na linha de chegada e ficou com o tempo anterior – optando por largar com os médios.

A Ferrari teve um Q2 para ser esquecido. Depois do acidente de Vettel, Leclerc não conseguiu melhorar seu tempo e foi eliminado. Junto com os Ferrari, os eliminados foram: Stroll, Kvyat e Russell. Stroll teve problemas com seu RP20 no pitlane e não conseguiu sair para sua segunda tentativa no Q2.

1) Daniel Ricciardo (Renault) 1’32.218
2) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’32.405
3) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’32.757
4) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’32.835
5) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’33.038
6) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’33.081
7) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’33.139
8) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 1’33.153
9) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’33.157
10) Esteban Ocon (Renault) 1’33.196
11) Charles Leclerc (Ferrari) 1’33.239
12) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 1’33.249
13) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 1’33.364
14) George Russell (Williams/Mercedes) 1’33.583
15) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’33.609

A Renault foi a primeira na pista com sua dupla de pilotos, Ocon à frente de Ricciardo. Gasly, Norris, Sainz e Bottas seguiram o francês. Ricciardo segurou o ritmo e deixou Gasly passar, para ter um bom gap em sua volta rápida.

Ocon marcou 1:33.117s, antes de Ricciardo assumir a P1 sete décimos à frente do seu companheiro de equipe. Sainz ficou com o segundo tempo.

Bottas passou para liderar a sessão, mas foi superado por Hamilton em gigantescos 0,793s. O britânico marcou 1:31.391s – se aproximando do recorde da pista de 1:31.387s de Bottas.

Quando todos completaram suas primeiras voltas no Q3, o top 10 era: Hamilton, Bottas, Verstappen, Ricciardo, Perez, Sainz, Ocon, Albon, Gasly e Norris.

Bottas foi o primeiro na pista para a definição do pole. Ocon e Hamilton, respectivamente, seguiram o finlandês. Novamente, Verstappen foi o último a deixar o pitlane.

Bottas ainda teve que ultrapassar Verstappen antes de fechar sua volta e não conseguiu superar a volta de Hamilton. Pelo contrário, Hamilton ainda melhorou seu tempo para 1:31.304 para garantir o novo recorde de Sochi.

Verstappen ainda conseguiu melhorar seu tempo e superou Bottas por pouco menos de um décimo. O finlandês chegou a estacionar seu carro na P2 e obrigou os fiscais a trocarem os totens. Foi a pole 96 da carreira de Hamilton, que tenta neste domingo igualar o recorde de 91 vitória na Fórmula 1 de Michael Schumacher.

1) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’31.304
2) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’31.867
3) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’31.956
4) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’32.317
5) Daniel Ricciardo (Renault) 1’32.364
6) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’32.550
7) Esteban Ocon (Renault) 1’32.624
8) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’32.847
9) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’33.000
10) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 1’33.008
11) Charles Leclerc (Ferrari) 1’33.239
12) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 1’33.249
13) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 1’33.364
14) George Russell (Williams/Mercedes) 1’33.583
15) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’33.609
16) Romain Grosjean (Haas/Ferrari) 1’34.592
17) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’34.594
18) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’34.681
19) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’35.066
20) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 1’35.267

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy e Superbike? Clique e experimente o DAZN grátis por 1 mês!

Confira o destaque do nosso canal no YouTube: F1Mania Em Dia 25/09/2020 – GP da Rússia de F1 – Primeiros treinos e expectativas para a corrida:

1) Lewis Hamilton, 190 pts
2) Valtteri Bottas, 135
3) Max Verstappen, 110
4) Lando Norris, 65
5) Alexander Albon, 63
6) Lance Stroll, 57
7) Daniel Ricciardo, 53
8) Charles Leclerc, 47
9) Sergio Pérez, 44
10) Pierre Gasly, 43

F1 Mania – Mania de Velocidade – © Copyright – Todos os Direitos Reservados –
Política de Privacidade

This website is unofficial and is not associated in any way with the Formula 1 companies. F1, FORMULA ONE, FORMULA 1, FIA FORMULA ONE WORLD CHAMPIONSHIP, GRAND PRIX and related marks are trade marks of Formula One Licensing B.V.

Source: https://www.f1mania.net/f1/gp-da-russia-de-f1-hamilton-garante-a-pole-e-novo-recorde-em-sochi/

World news – BR – GP da Rússia de F1: Hamilton garante a pole e novo recorde em Sochi – F1 – F1Mania

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *