Com necessidade de vencer, Bahia pega Athletico-PR, em Curitiba

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de um raro intervalo de dez dias sem jogos, o Bahia volta a disputar uma partida pelo Campeonato Brasileiro neste sábado, quando visita o Athletico-PR, às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Após a primeira semana cheia de trabalho sob o comando do técnico Mano Menezes, o Esquadrão vai ter mais do que a chance de colocar em prática tudo que foi passado pelo treinador. Diante dos paranaenses, uma vitória é questão de necessidade.

Sem vencer há oito jogos no campeonato, o tricolor é o atual vice-lanterna, com apenas nove pontos, um a mais que o Goiás, último colocado. Por isso, se não conseguir sair da Arena da Baixada com os três pontos, o time pode terminar a rodada como lanterna da competição.

Na cabeça de Mano Menezes, o primeiro passo para a recuperação da equipe está na defesa. Até aqui, o Bahia é, ao lado do Red Bull Bragantino, o time que mais sofreu gols na Série A: 18. Combinado a isso, o Athletico é o dono do pior ataque do Brasileirão, com apenas oito tentos marcados. Assim, a expectativa do treinador é de que, após os ajustes feitos durante a semana, o tricolor apresente solidez defensiva contra a equipe paranaense. 

“Eu penso, na avaliação que fizemos aqui, o Bahia fez um jogo melhor contra o Corinthians do que fez contra o Atlético-GO. Voltamos a competir, voltamos a ser mais agressivos em termos de posicionamento, tivemos mais personalidade para jogar quando tivemos a bola. Criamos as oportunidades, capazes até de dar um resultado melhor, mas ainda erramos num nível que não se pode errar na turma em que estamos no Campeonato Brasileiro”, disse Mano, antes de seguir: 

“Queremos consertar isso, diminuir os gols sofridos. Essa é a ideia do primeiro momento. Continuar criando e tendo mais tranquilidade para definir. Queremos repetir coisas que fizemos contra o Corinthians e consertar as coisas que entendemos que não foram boas. Penso que, para ter uma personalidade, daquilo que queremos como total, temos que avançar ainda. Teremos aí boas semanas para fazer isso. Mas também não temos tanto tempo para ficar esperando”.

Adversário em ascensão O momento turbulento que o Bahia atravessa por conta da sequência de resultados ruins no Brasileirão é conhecido também do outro lado. Este ano, o Athletico amargou sete jogos sem triunfos na Série A. O desempenho fraco culminou com a demissão do técnico Dorival Júnior. Eduardo Barros assumiu o comando de forma interina.

No entanto, os paranaenses conseguiram se recuperar bem e conquistaram três triunfos nos últimos três jogos (um pelo Campeonato Brasileiro e dois na Copa Libertadores da América). Por isso, o Esquadrão vai ter que frear o ímpeto do rival para sair por cima no confronto.   Neste ponto, a ideia do Bahia é usar a seu favor a neutralidade que a partida pode ter com a ausência dos torcedores nas arquibancadas. Na atual temporada, o Furacão venceu apenas dois dos seis jogos que fez como mandante. 

“Se formos olhar essa neutralidade dos jogos, nunca esteve tão bom, entre aspas, para o visitante fazer resultado. Porque o fator local, no Brasil e no mundo, sempre foi muito determinante para você ter mais dificuldades quando joga fora de casa. Então vai depender da nossa competência e da nossa capacidade”, analisa Mano Menezes. Até então, o tricolor soma dois empates e duas derrotas como visitante.

Prováveis escalações Mano Menezes será obrigado a mexer na equipe titular, já que o Bahia terá pelo menos uma mudança forçada, que é na lateral direita. Sem Nino Paraíba, suspenso, e com João Pedro machucado, a posição vai ter um novo dono.

O mais cotado para ficar com a vaga é o volante Edson. Ele foi testado por Mano Menezes durante os treinos da semana e tem grandes chances de ser o titular, vencendo a concorrência do garoto Douglas Borel, de 18 anos.

Edson tem experiência de já ter atuado como lateral nas categorias de base. No time profissional, ele fez a função durante parte do segundo tempo da derrota por 1×0 para o Atlético-GO, em Pituaçu, quando Nino se machucou. 

Ainda no sistema defensivo, Juninho volta após cumprir suspensão na derrota por 3×2 para o Corinthians e forma a dupla de zaga com Ernando. O restante da equipe deve ser a mesma que atuou na Neo Química Arena, com o meio-campo formado por Ronaldo, Gregore, Jadson e Rodriguinho. Na frente, Élber e Gilberto.

O Bahia tem ainda outras duas caras novas, mas no banco de reservas. De volta do suíço Basel, o meia Eric Ramires foi relacionado pela primeira vez por Mano. Já o volante Elias se juntou ao grupo em Curitiba, está regularizado e apto para estrear.

No Athletico, a mudança é a entrada do garoto Abner no lugar do veterano Márcio Azevedo, machucado. E uma novidade é o atacante Renato Kayzer, recém-contratado e que deve começar entre os reservas. Se entrar em campo, será a segunda vez que Kayzer enfrentará o Bahia neste Brasileirão. Ele estava no Atlético Goianiense e foi titular no triunfo do Dragão por 1×0 em Pituaçu. Pelo time goiano, ele marcou três gols em cinco partidas no campeonato.

O atacante Walter, diagnosticado com covid-19, é desfalque, assim como o meia Nikão, lesionado no tornozelo.

Athletico-PR: Santos, Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington, Erick, Christian e Léo Cittadini; Pedrinho (Carlos Eduardo) e Fabinho. Técnico: Eduardo Barros.

Bahia: Douglas, Edson, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo, Jadson e Rodriguinho; Gilberto e Élber. Técnico: Mano Menezes.

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.

Source: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-necessidade-de-vencer-bahia-pega-athletico-pr-em-curitiba/

World news – BR – Com necessidade de vencer, Bahia pega Athletico-PR, em Curitiba

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *