Após descanso, Bahia tenta ‘virada de chave’ em duelo contra Athletico-PR

Foram nove dias de descanso desde o último confronto, contra o Corinthians. Neste período, deu para o Tricolor dar uma lavada na alma, refletir sobre a má fase que vive atualmente e tentar respirar novos ares no Brasileirão. Após ir ao mercado atrás de peças e reaproveitar o meia Eric Ramires, o Bahia quer traçar novos caminhos daqui para frente e não cometer os mesmos erros que o fizeram amargar não somente a zona de rebaixamento, mas a vice-lanterna da competição.

Se a sequência quase sufocante de jogos, em decorrência do calendário apertado por conta da paralisação pela pandemia, era considerada empecilho para um time que busca se reajustar com o bonde andando, agora Mano Menezes teve um tempo maior para trabalhar com mais calma e, quem sabe, conseguir enfim reajustar o tão criticado sistema defensivo do Esquadrão.

Anunciado na quinta-feira, Elias poderá ser uma novidade para o duelo deste sábado, 26, às 19h, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba. “Fominha de bola”, como ele mesmo se intitulou em entrevista à assessoria de imprensa do Bahia, o volante desembarcou na capital paranaense no dia seguinte ao anúncio, já treinou com o grupo, teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) e fica à disposição de Mano Menezes.

Além de Elias, o Bahia também anunciou durante a semana a chegada de Anderson Martins. No entanto, o zagueiro ainda não foi regularizado e não viajou junto com a delegação para o confronto. De acordo com Mano, em coletiva realizada na quinta-feira, na sala de imprensa da Cidade Tricolor, as novas contratações “agregam valor” ao grupo e podem ajudar o Bahia a dar a volta por cima na tabela de classificação da Série A.

Mesmo com o retorno de Juninho, que cumpriu suspensão contra o Corinthians, Mano poderá ter uma forte dor de cabeça para montar a linha de defesa do Esquadrão. Com Nino suspenso pelo terceiro cartão amarelo, João Pedro entregue ao departamento médico por conta de uma cirurgia no joelho e Zeca ausente para resolver problemas pessoais, o técnico ficou sem opções para a lateral direita.

Com isso, uma alternativa poderia ser o jovem Douglas Borel, de apenas 18 anos, único jogador de ofício disponível no elenco. Além do garoto, o meia Edson também chegou a atuar como lateral direito nas categorias de base. Em um coletivo que ocorreu durante a semana, entre reservas e sub-20, o jogador foi testado na posição e parece ser a opção mais provável.

Do lado da equipe paranense, os desfalques são no setor ofensivo. Diagnosticado com a Covid-19, o atacante Walter não atuou pelo Furacão no meio de semana, contra o Jorge Wilstermann, pela Taça Libertadores da América, e segue ausente da relação do treinador Eduardo Barros. Recuperando-se de uma entorse no tornozelo, o meia-atacante Nikão também está fora, poupando o Bahia de vir a sofrer novamente com uma possível ‘Lei do Ex’.

Em contrapartida, a grande novidade do Athletico-PR também poderá aparecer no ataque. Anunciado na sexta, 25, pelo clube paranaense, o atacante Renato Kayzer já foi regularizado e pode ir a campo neste sábado, 26. Ele estava no Atlético-GO, emprestado pelo Cruzeiro, e era o artilheiro do time goiano na atual temporada, com 10 gols em 16 partidas.

Um fator que não joga muito a favor da equipe baiana é o retrospecto. Ao longo de toda a história, Bahia e Athletico-PR se enfrentaram um total de 36 vezes, com 18 vitórias do Furacão e apenas oito triunfos do Esquadrão, além de 10 empates. Em 2018, o Tricolor foi eliminado pelo rival nos pênaltis após fazer boa campanha e chegar às quartas de finais da Sul-Americana.

No recorte de duelos válidos pelo Brasileirão, o torcedor baiano lembra bem do último resultado positivo conquistado. Pela partida de estreia do Brasileirão Série A de 2017, o Bahia aplicou uma goleada de 6 a 2 em cima da equipe paranaense e terminou a primeira rodada como líder do certame.

Data: 26 de setembro de 2020Horário: 19h (de Brasília)Local: Arena da Baixada, em Curitiba, ParanáÁrbitro: Ricardo Marques RibeiroVAR: Rodrigo Nunes de SáProváveis escalaçõesAthletico-PR: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, T. Heleno, Márcio Azevedo (Abner); Erick, Wellington, Christian; Nikão (Bissoli), Léo Cittadini, Pedrinho (Geuvânio). Técnico: Eduardo BarrosBahia: Douglas Friedrich; Edson (D. Borel), Ernando, Juninho, Juninho Capixaba; Gregore, Jadson, Ronaldo e Rodriguinho; Élber e Gilberto. Técnico: Mano Menezes

Source: http://atarde.uol.com.br/esportes/bahia/noticias/2139943-apos-descanso-bahia-tenta-virada-de-chave-em-duelo-contra-athleticopr

World news – BR – Após descanso, Bahia tenta ‘virada de chave’ em duelo contra Athletico-PR

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *